PRESSÃO ARTERIAL E A RELAÇÃO COM MEDIDAS DE ADIPOSIDADE EM ADOLESCENTES DE URUGUAIANA/RS

  • Luiza Quoos
  • Marta Íris Messias Camargo
  • Loreanne Santos
  • Saulo Menna Barreto
  • Susane Graup Do Rego
Rótulo Pressão, arterial, Gordura, corporal, Adolescentes

Resumo

A hipertensão arterial é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias, sendo que 95% dos casos estão associados ao estilo de vida, como o consumo excessivo de sal, gordura e alimentos industrializados, bem como, com os baixos níveis de atividade física e excesso de peso corporal. Neste sentido, a obesidade tem sido apontada como um importante preditor de hipertensão ao longo da vida, apresentando associações significativas já na adolescência. Considerando estas informações, o presente estudo tem por objetivo analisar a correlação entre a pressão arterial e medidas de adiposidade em adolescentes de Uruguaiana/RS. Este estudo descritivo diagnóstico de base escolar, foi aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade dos pesquisadores mediante parecer Nº 2.961.732 e está sendo desenvolvido nas escolas participantes do PIBID. A população deste estudo foi constituída por escolares na faixa etária de 10 à 17 anos, matriculados na rede pública de ensino, sendo que as coletas foram realizadas em três escolas localizadas em bairros distintos do município. Foram avaliadas as variáveis: pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD), Circunferência da Cintura (CC), Estatura e massa corporal, visando calcular o Índice de Massa Corporal (IMC). Ainda foram avaliadas as medidas das dobras cutâneas tricipital e subescapular para realizar o somatório das dobras (∑dobras), bem como foram divididas as medidas de CC pela Estatura para o cálculo do RCE. Para a análise dos dados foram realizados procedimentos de estatística descritiva e correlação de Pearson, considerando nível de significância de 0,05. Foram avaliados 451 escolares, com prevalência no sexo masculino (53,8%). A média de idade do grupo foi de 13,3±1,98 anos, sendo que a PAS média foi de 117,4 ±23,3 mm/Hg, enquanto que a PAD foi de 72,2 ±19,7 mm/Hg. A classificação da pressão arterial indicou que 18% dos avaliados apresentaram hipertensão no momento do avaliação. A RCE média foi de 0,44±0,065, o IMC foi de 21,7±1,32 kg/m2, o somatório médio das dobras foi 28,4±16,04 mm e a da circunferência da cintura foi 70,4±11,12 cm. A PAS apresentou uma correlação fraca mais estatisticamente significativa e diretamente proporcional com a CC (p<0,001); IMC (p=0,004); RCE (p=0,024) e ∑dobras (p=0,005), já a PAD apresentou correlação significativa apenas com a CC (p<0,001) , IMC (p=0,019) e ∑dobras (p=0,018), também fraca e diretamente proporcional. Com base nos resultados é possível concluir que a prevalência de hipertensão entre os escolares é elevada, apresentando correlação com todas as medidas de adiposidade. Neste sentido, fica evidente a necessidade de medidas de promoção da saúde nas escolas, visando aumentar o nível de atividade física e a alimentação saudável entre os adolescentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
QUOOS, L.; ÍRIS MESSIAS CAMARGO, M.; SANTOS, L.; MENNA BARRETO, S.; GRAUP DO REGO, S. PRESSÃO ARTERIAL E A RELAÇÃO COM MEDIDAS DE ADIPOSIDADE EM ADOLESCENTES DE URUGUAIANA/RS. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.