O EXERCÍCIO FÍSICO PODE REVERTER A INFLUÊNCIA NEGATIVA DO CRONOTIPO SOBRE A MEMÓRIA

  • Bruna Carvalho
  • Victor Luzardo Da Costa
  • Marcos Roberto Kunzler
  • Felipe Pivetta Carpes
Rótulo Cronotipo, Cognição, Exercício, físico

Resumo

Introdução: A preferência por realizar tarefas físicas e cognitivas em um período específico do dia pode ser explicada pelo cronotipo, onde matutinos preferem o dia e vespertinos a noite. Tarefas cognitivas envolvendo memória podem mostrar melhor ou pior desempenho dependendo da hora do dia em que é realizada. Seria o cronotipo um fator determinante desse desempenho cognitivo? O exercício físico altera essa relação? Objetivo: Determinar se há efeito do exercício físico na relação entre o cronotipo e a memória de curta duração. Métodos: Participaram do estudo 23 homens adultos [idade 23(4) anos, massa corporal 83(20) kg; estatura 1,78(0,05) m] que visitaram o laboratório em dois dias diferentes. Em cada dia, eles realizaram sessões com 30 minutos de duração. As sessões randomizadas envolveram: 1) repouso sem realizar nenhum esforço físico e 2) exercício físico moderado em cicloergômetro. A percepção de esforço (escala de Borg) foi utilizada para ajustar a intensidade do exercício como moderada. Um questionário (Morningness-Eveningness Questionnaire) avaliou o cronotipo dos participantes. Uma tarefa de memorização sequencial de números no formato Digit span foi aplicada antes e depois das sessões. O número de acertos foi registrado em cada momento. O teste de correlação de Pearson foi aplicado entre variáveis independente (cronotipo) e dependente (memória de curta duração) nas duas situações (repouso e exercício). Este estudo teve a aprovação do comitê de ética em pesquisa com seres humanos da Unipampa CAAE 79951917.9.0000.5323. Resultados: O desempenho na tarefa de memória de curta duração mostrou uma correlação negativa (r=-0,50; p=0,015) entre indivíduos com cronotipo matutino quando realizada a noite. Identificamos também que o exercício físico moderado amenizou a diferença na tarefa entre os cronotipos (r=-0,22; p=0,32). Conclusão: Há correlação entre o cronotipo do indivíduo e o seu desempenho na tarefa memória de curta duração. O exercício físico ameniza a diferença de desempenho nessa tarefa entre os cronotipos matutino e vespertino.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
CARVALHO, B.; LUZARDO DA COSTA, V.; ROBERTO KUNZLER, M.; PIVETTA CARPES, F. O EXERCÍCIO FÍSICO PODE REVERTER A INFLUÊNCIA NEGATIVA DO CRONOTIPO SOBRE A MEMÓRIA. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.