SANIDADE E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE TRIGO APÓS O TRATAMENTO COM O EXTRATO PIROLENHOSO BIOQUIM

  • Gustavo Rubim
  • Lucas Santos Bastos
  • Eduardo Rodrigues Molinari
  • Renata Silva Canuto de Pinho
  • Adriana Pires Soares Bresolin
Rótulo Triticum, aestivum, controle, alternativo, incidência

Resumo

O controle das doenças fúngicas via tratamento de sementes é uma alternativa que, além da facilidade de uso e do menor risco de contaminação ambiental, melhora o cenário no controle das doenças em cereais de inverno no Brasil. O extrato pirolenhoso BIOQUIM é um subproduto de origem orgânica obtido através da condensação de gases liberados por meio do processo de carbonização de caroço de pêssego. Na busca por produtos alternativos para o controle de fitopatógenos em sementes, o extrato pirolenhoso torna-se uma alternativa interessante para esta finalidade. Objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos do uso de extrato pirolenhoso BIOQUIM na incidência de fungos e germinação em sementes de trigo. O trabalho foi realizado no laboratório de Fitopatologia e Microbiologia do Solo da Universidade Federal do Pampa, campus Itaqui RS. Os experimentos foram montados em delineamento inteiramente casualizado (DIC), com cinco doses e cinco repetições. As doses utilizadas foram de 0 (testemunha), 200, 400, 600 e 800μL de extrato pirolenhoso para cada 100 g sementes. Para cada repetição foram utilizadas 50 sementes. Para a realização do teste de sanidade foi utilizado o método do papel-filtro ou blotter test. As sementes tratadas foram colocadas em caixas plásticas do tipo gerbox sobre papel-filtro, onde foi submetido a incubação durante 24 horas, após transferiu-se para o congelador e posteriormente retornado a BOD, permanecendo por um período de seis dias. A avaliação foi realizada após oito dias, avaliando a incidência e identificando os fungos nas sementes. Para o teste de germinação, foi utilizado o método de rolo de papel, onde os papeis foram umedecidos com água destilada utilizando 2,5 vezes a massa do papel seco após, foram enrolados e colocados em BOD a temperatura de 25ºC e fotoperíodo de 12 horas. A avaliação foi realizada aos cinco dias e oito dias, computando-se a porcentagem de plântulas normais. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e realizado o teste de Regressão, ao nível de 5% de probabilidade através do programa estatístico SISVAR. Ocorreu uma redução de 63,1% na incidência de fungos na dose de 800 μL do extrato pirolenhoso BIOQUIM. Já no teste de germinação foi observado que partir da dose 312,5 μL de extrato pirolenhoso ocorreu a inibição da germinação. Conclui-se que o extrato pirolenhoso BIOQUIM diminuiu a incidência de fungos em sementes de trigo, porém em doses mais elevadas, reduz a germinação de sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-03-30
Como Citar
RUBIM, G.; SANTOS BASTOS, L.; RODRIGUES MOLINARI, E.; SILVA CANUTO DE PINHO, R.; PIRES SOARES BRESOLIN, A. SANIDADE E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE TRIGO APÓS O TRATAMENTO COM O EXTRATO PIROLENHOSO BIOQUIM. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 11, n. 2, 30 mar. 2020.