EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS: A CONSTANTE LUTA DOS SUJEITOS LGBT

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Samira de Moraes Maia Vigano
Maria Hermínia Lage Fernandes Laffin
https://orcid.org/0000-0002-4562-308X

Resumo

Este artigo é proveniente dos estudos realizados no doutorado em educação na Universidade Federal de Santa Catarina. Objetiva-se contextualizar aspectos referentes aos Direitos Humanos, igualdade e escolarização, relacionada com a população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneras, etc). Nesse sentido, problematiza-se a formação de direitos e para quem servem. Trata-se de uma discussão teórica necessária para a compreensão da formação dos direitos LGBT e das lutas que ainda devem ser apontadas. Toma-se como base a Declaração Universal de Direitos Humanos e outros documentos, além de teóricos e teóricas como: Benevides (2000), Bobbio (1992), Bento (2011), Gomes (2001), Piovesan (2005; 2006 e 2009), entre outros. Apresenta-se uma reflexão histórica sobre as questões de Direitos Humanos em relação a gênero, sexualidade e educação dos sujeitos LGBT. Considera-se a Educação em Direitos Humanos como uma alternativa para uma formação cidadã e democrática, já que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos, com isso, esse processo pode incidir uma diminuição das práticas de violência homofóbicas e uma maior aceitação da diversidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
DE MORAES MAIA VIGANO, S.; LAGE FERNANDES LAFFIN, M. H. EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS: . Missões: Revista de Ciências Humanas e Sociais, v. 8, n. 1, p. 150-169, 4 set. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Maria Hermínia Lage Fernandes Laffin, UFSC

Professora Pós-Doutora do Centro de Ciências da Educação (CED/UFSC).